// 1993 | 2000 ::
Opinião

Zé Renato ganhou brilho e projeção ao gravar discos homenageando grandes artistas da música brasileira. Primando pela sofisticação de produção e repertório, consolidou-se no primeiro time de intérpretes brasileiros.

Lançou, o CD "Arranha-céu" (1993), com regravações de antigos sucessos de Sílvio Caldas como "Chão de estrelas", "Se tu soubesses" e "Mulher", esta última incluída na trilha sonora da novela "Éramos seis" (SBT). O disco foi recebido pela crítica especializada como o melhor lançamento fonográfico do ano.

Dois anos depois foi a vez de homenagear o sambista Zé Keti lançando o CD "Natural do Rio de Janeiro".

Apresentou-se, ao lado de Elton Medeiros e Mariana de Moraes, em 1997, com o espetáculo "A alegria continua", gravado ao vivo e lançado em CD pela gravadora MP,B/ Warner.

Em 1998 realizou turnê de lançamento do CD "Boca Livre convida", apresentando-se em diversas capitais brasileiras e no Summerstage Festival de Nova York (EUA).

Ainda em 1998, convidado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, apresentou-se, acompanhado por uma orquestra de cordas, no espetáculo "Sílvio Caldas: 90 anos", realizado no Teatro João Caetano, O show foi apresentado também no Sesc Vila Mariana (SP), sendo gravado ao vivo e lançado em CD pela Indie Records, com apoio cultural da Funarj.

Em 1999 gravou "Cabô", CD composto de sambas de sua autoria, em parceria com Lenine, Pedro Luis e Elton Medeiros, entre outros. Este cd foi lançado na França em abril/2005 pelo selo Luz Azul.

Em 2000, desligou-se do grupo Boca Livre.

2001 | 2004 :: Homenagem aos malandros

1977 | 1993 :: A voz dessa canção